Oficina sobre Linguagem Cidadã para as Ouvidorias do Governo do Distrito Federal

Evento fez parte do curso “Acompanhamento dos Serviços de Ouvidoria” na Escola de Governo do GDF

No último dia 25 de novembro, o especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental do Gespública, Marcos Flores, ministrou palestra na disciplina “Uso de Linguagem Cidadã nas Respostas e Informações de Ouvidoria”.  Discursando sobre boas práticas de linguagem para os ouvidores participantes, Flores destacou características para realizar um bom trabalho nas respostas ao cidadão.

Segundo ele, ser assertivo, demonstrar convicção e clareza, ser direto e positivo são indispensáveis para o bom trabalho em ouvidoria. “Os ouvidores precisam ser claros e passar segurança em relação às mensagens transmitidas. Caso contrário, o cidadão sentirá que o(a) ouvidor(a) não consegue transmitir o que está acontecendo e que o órgão é uma verdadeira bagunça”, alertou.

O especialista ainda deu dicas de construção para uma redação adequada e adaptada à linguagem cidadã e inclusiva. Chamou a atenção dos alunos para que evitem o uso de siglas e jargões: “cada área possui uma linguagem própria, mas os jargões são conhecidos apenas por grupos específicos. Quanto mais se evitar o uso desse tipo de linguagem, melhor” concluiu Marcos Flores.

Ao final, os alunos dividiram-se em quatro grupos para a realização de exercícios de revisão que uniram a teoria aprendida no módulo avançado com a prática. Cada grupo escreveu novas respostas para demandas reais solicitadas por habitantes do DF.

Fonte: https://goo.gl/iR6aDf

Data de Publicação: 
segunda-feira, 5. Dezembro 2016 - 10:34
Núcleo Estadual: