RETROSPECTIVA 2016

Queridos e queridas participantes da Rede do GESPÚBLICA,

Aproveitamos este momento do ano para agradecer às pessoas que têm ajudado a alavancar, via rede, o tema da gestão nos Estados, Municípios e no Governo Federal. O ano de 2016 teve boas surpresas e desafios (é claro!). Alguns destes desafios ainda precisam ser vencidos, mas avançamos bem sobre tantos outros. Para tanto, o apoio das pessoas e organizações envolvidas com o Programa foi fundamental -- mais uma vez!

Neste ano de 2016, destacamos cinco instâncias federais essenciais nessa caminhada: o Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU-BR); o Ministério do Turismo; o Tribunal de Contas da União (TCU); a Ouvidoria-Geral da União (OGU) e a Rede SICONV/MP.

Aprendemos muito com esses e outros órgãos, que nos permitiram experimentar e construir sonhos que há muito o GESPÚBLICA desejava ver sair do papel. O Sistema Online de Autoavaliação (http://se.mtur.gov.br/gespublica/public/) foi um deles. Desenvolvido em parceria com o Ministério do Turismo e implantado em agosto deste ano, o Sistema tem sido utilizado em todas as oficinas e autoavaliações da Coordenação Nacional e, em breve, o Ministério do Planejamento pretende disponibilizá-lo para que todas as organizações possam utilizá-lo de forma independente. Neste processo, o CAU-BR foi fundamental. Fizemos diversas oficinas em várias localidades do Brasil, com apoio incondicional da direção e servidores do Conselho. E todo o trabalho foi premiado com um evento de certificação com ares de superprodução e direito a peça teatral sobre burocracia em Brasília.

Retomamos a prática de discussão em Grupos de Especialistas em Temas Específicos (Núcleos Temáticos), conforme Oficina da Rede realizada em 2015 priorizou. Essa iniciativa nos trouxe a oportunidade de ampliar nossos contatos, vislumbrar oportunidades e, acima de tudo, gerou boas reflexões que, no caso do tema "Serviços Públicos", já vem dando frutos. O principal exemplo é a "Jornada de Transformação dos Serviços Públicos"  que está em consolidação no Ministério do Planejamento e conta com a participação direta do GESPÚBLICA Nacional.

Foram significativos também os avanços no desenvolvimento de instrumentos e ferramentas.

 O IAGP 250 PONTOS (http://gespublica.gov.br/sites/default/files/documentos/gagp-250_pontos_novo.pdf) foi posto à prova ao longo do ano, com bons resultados em nossas avaliações de satisfação em oficinas. Com base nesta experiência, já no início de 2017, teremos o IAGP 500 PONTOS no ar.

A Cartilha de Linguagem Cidadã (http://gespublica.gov.br/sites/default/files/ documentos/linguagem_cidada_-_versao_final_web.pdf) foi muito bem recebida e esperamos que ela seja útil para um número cada vez maior de instituições. Projetos sobre este tema, em parceria com a OGU, acontecerão já no primeiro trimestre de 2017.

Está previsto, também para o primeiro semestre de 2017, um instrumento específico para transferências voluntárias, em parceria com a Rede SICONV, que apoiará o autodiagnóstico e construção de planos de melhorias de milhares de organizações em todo o Brasil, particularmente Estados e Municípios que utilizam recursos federais para a aplicação em políticas e serviços públicos.

Começamos no último mês os preparativos e testes para a realização do inédito Censo dos Serviços Públicos Federais, em parceria com a Escola Nacional de Administração Pública - ENAP e a Ouvidoria-Geral da União. Este trabalho apoiará enormemente o avanço do tema das cartas de serviços, já que será possível gerar um portfólio completo dos serviços públicos ofertados pelo governo federal. Além disso, este levantamento apoiará diretamente a melhoria e digitalização destes serviços.

Com o Tribunal de Contas da União, foi possível realizar uma aproximação profícua, que terá como resultados a própria revisão dos instrumentos de avaliação do Tribunal, medida prevista para o ano de 2017.

Prezados(as),

Em tudo o que fazemos, o desafio de construir uma grande rede de apoio ao GESPÚBLICA está pautada. Não tem sido um desafio trivial. Mas acreditamos que a inserção do Programa nas agendas estratégicas dos governos depende, essencialmente, de o GESPÚBLICA se provar útil, simples e dinâmico para as diferentes realidades públicas no Brasil. É o que temos buscado e é para isso que convocamos todos(as) a continuar colaborando!

Desejo a todos(as) um feliz 2017 e que sejamos produtivos neste próximo ciclo pelo bem das organizações públicas do Brasil.

 

Joelson Vellozo Jr.

Coordenador Nacional GESPÚBLICA

Data de Publicação: 
sexta-feira, 16. Dezembro 2016 - 17:05